1. Inicio
  2. Notícias
  3. Volvo XC60 híbrido não vai com a cara de posto de gasolina

Volvo XC60 híbrido não vai com a cara de posto de gasolina

Volvo XC60 híbrido não vai com a cara de posto de gasolina
16
0


Consumo de combustível: 19,3 km/l na cidade e 20,2 km/l em rodovias

Toda vez que avaliamos um carro, podemos ser surpreendidos por algo mais positivo do que esperávamos ou negativo. Dificil imaginar que a Volvo, que é referência em todo o mundo por itens como luxo, tecnologia e segurança errasse a mão desta vez. E assim a reportagem do Carpress resolveu testar o XC60 Recharge Plug-in Hybrid R-Design T8 (R$ 351.950). Além de potência e luxo, podemos conferir boas impressões de conforto e surpresa pelo baixo consumo e autonomia impressionante.

Primeiro vamos falar de consumo, já que quem opta por um carro híbrido, além de promover a sustentabilidade do ambiente, quer também eficiência energética de consumo, parando menos nos postos de combustíveis. Se bem equilibrados, com pit stops de recargas elétricas em pontos estratégicos, você vai sentir muito prazer em ter um carro como esse.

Sendo um híbrido focado em consumo de combustível, eis que fomos conferir esse desempenho e aferimos 19,3 km/l na cidade e 20,2 km/l em rodovias. Com tanque de capacidade de 70 litros, foi surpreendente rodar 1380 quilômetros em uma semana de teste drive, sem reabastecer de gasolina, apenas 1 única recarga elétrica de 3 horas.

Quem não quer um carro de porte luxuoso, que chega a fazer mais de 20 km/l e ainda conta com dois motores que rendem 407 cv de potência, digna de um carro esportivo? Ainda que seja um SUV relativamente pesado, com seus 2174 kg, consegue atingir uma velocidade de 0 a 100 km/h em apenas 5,3 segundos.

Se a potência surpreende para um veículo dessa categoria, o torque não fica atrás. São 65,2 kgfm aliados ao potente motor Drive-E Turbo Supercharger de 2.0 litros e 4 cilindros de 320 cv, com um motor elétrico de 87 cv, que apresenta torque instantâneo nas rodas traseiras, totalizando esses 407 cv já citados de potência. Ele é alimentado por uma bateria de íons de lítio com capacidade de 11,6 Kwh.

Lógico que você pode escolher entre ser mais esportivo e mais veloz ou ser mais prudente e econômico. Para isso, o XC60 Hybrid T8 conta com três modos de condução, que se adequam praticamente a qualquer condição: Na maioria das saídas, selecionamos o modo Pure, condução econômica para uso urbano. Este modo utiliza 100% o motor elétrico. Como resultado, apresenta uma condução silenciosa, sem consumir combustível e com zero emissão de poluentes.

Com a bateria totalmente carregada, a autonomia do veículo pode atingir até 40 km, dependendo das condições de uso, mas ainda assim cobrindo o uso diário da maioria das pessoas. Também alternamos, algumas vezes em nosso teste drive para o modo Hybrid em uso cotidiano, que é programado para utilizar ambos os motores e entregar melhor relação entre performance e consumo de combustível.

O modo híbrido conta com duas funções que facilitam o uso no dia a dia. A tecla Hold permite “guardar” a energia da bateria para uso posterior. Por exemplo, no caso de o motorista optar por utilizar somente o motor a combustão na estrada e a carga da bateria na cidade. O ícone de um cadeado aparece no painel. E a tecla Charge aciona o carregamento da bateria utilizando o motor a combustão, que age como um “gerador de energia”.

Há ainda o modo Power, que confere uma condução esportiva, que não é muito o meu caso, já que prefiro economia à velocidade. Mas pode ser o seu caso. Neste modo de condução, a performance dos motores atinge toda a cavalaria dos 407 cv de limite de potência. Novos parâmetros de direção, trocas de marchas, respostas do acelerador e freios são ajustados para obter a melhor resposta para uma condução esportiva. Na prática, podemos avaliar que o XC60 pode tanto ser um carro de cidade, silencioso e com zero emissão, ou um SUV de desempenho esportivo ou um veículo para condições desafiadoras de off-road.

O XC60 T8 vem equipado com um cabo de 4,5 metros para carregamento de uso doméstico. A carga total da bateria é feita em três horas considerando uma tomada aterrada de tensão 220V e 16A. É possível carregar o veículo com tomadas de menor amperagem, porém, com maior tempo para a recarga. Há um acordo com o aplicativo Waze, que direciona o motorista para os eletropostos Volvo mais próximos para recarga.

A transmissão automática Geartronic de 8 velocidades utiliza a tecnologia Shift by Wire totalmente eletrônica. A posição B auxilia na frenagem do freio-motor elétrico para recuperar e transmitir energia de volta para o carro, seja para recarregar a bateria ou para uso imediato. Nela, é também possível fazer a redução de marchas manualmente, ajudando na frenagem do veículo.

A tecnologia do painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas incorpora diversas funções, como indicação do modo de condução, nível de regeneração de energia, quantidade de carga da bateria e horário em que ela estará 100% carregada.

A tela central multimídia de 9 polegadas incorpora o sistema de entretenimento e conectividade Sensus Connect, que reúne praticamente todos os comandos do veículo em um único lugar. A integração do smartphone também está disponível com os aplicativos Apple CarPlay e Android Auto. Também é possível observar em gráficos o funcionamento do sistema híbrido quanto à utilização dos motores elétrico e a combustão, seus consumos e também a regeneração de energia. O sistema de áudio é um Harman Kardon e conta com 13 alto-falantes e subwoofer de 600 watts.

Além disso, o sistema Sensus integra o Volvo On Call, um serviço de segurança, proteção e conveniência que oferece assistência 24h, auxílio de emergência e localização, em caso de roubo ou furto. Extremamente útil, permite ao condutor, por meio de seu aplicativo no smartphone, controlar o nível de combustível, trancar e abrir as portas, climatizar a cabine à distância, dar partida remota e enviar destinos para o sistema de navegação, por exemplo.

A inovação se reflete também com o Pilot Assist, recurso que conta com sensores e câmeras que monitoram as faixas das vias e um sistema que comanda a aceleração, a frenagem e a também auxilia no deslocamento do veículo, por exemplo, ao contornar curvas abertas em rodovias. O assistente de direção está integrado ao Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC) para controlar a distância do carro adiante.

O XC60 dispõe de tecnologia para evitar acidentes. Equipado com o City Safety, inclui assistente de direção e entra em ação quando a frenagem automática não seja suficiente para evitar uma colisão. Nessas circunstâncias, o carro oferece assistência à manobra para evitar o obstáculo à frente. O City Safety opera para evitar colisão contra veículos, ciclistas, pedestres e até animais de grande porte, atuando tanto de dia quanto durante a noite.

O SUV também disponibiliza assentos infantis integrados no banco traseiro, 7 airbags (frontais, de cortinas, laterais e de joelho para motorista), sistema de alerta de mudança de faixa, sistema de proteção em saída de estrada, sistemas de proteção contra impactos laterais e lesões na coluna cervical, alerta de colisão frontal e sistema de monitoramento de pressão dos pneus.

Outro sistema importante é o de proteção em saída de estrada (Run Off Road), que registra situações em que o carro está prestes a sair da via por distração do motorista ou até mesmo condições de baixa visibilidade. Essa tecnologia age para reposicionar o veículo de volta à faixa de rolagem esterçando levemente o volante.

Se a manobra não surtir o efeito desejado, o modelo inicia uma série de ações para proteger os ocupantes: pré-tensionamento dos cintos de segurança, preparação do sistema de absorção de impactos na estrutura dos bancos dianteiros e, finalmente, o pedal de freio é destravado no ato da colisão para evitar o impacto nas pernas do motorista.

O modelo também apresenta dois recursos inovadores de segurança. A Mitigação de Pista Oposta (Oncoming Lane Mitigation) ajuda a evitar colisões com veículos que se aproximem vindos da pista contrária.

Esse recurso funciona ao avisar o motorista distraído que invade a faixa oposta, oferecendo suporte automático à direção e conduzindo o veículo de volta à sua própria pista, fora do caminho de qualquer outro automóvel que esteja vindo. O sistema é ativado entre 60 e 140 km/h.

Já o Sistema de Informação de Ponto Cego (Blind Spot Information System – BLIS) com Cross Traffic Alert avisa sobre a presença de veículos no seu ponto cego. O recurso inclui a função de assistência ao volante, que ajuda a evitar choques em potencial com veículos escondidos num ponto cego ao conduzir o carro de volta à sua própria pista e fora do perigo.

Também pensando em segurança, o SUV possui a Care Key, que permite a regulação do limite de velocidade através de uma programação com a chave principal e a Care Key. Assim, ao usá-la no carro, a máxima velocidade estabelecida fica eemarcada e o veículo opera conforme programado.

A marca segue em 2020 ocupando a liderança do segmento de eletrificados premium e o primeiro lugar entre os SUVs Premium no país. O XC60 é o veículo híbrido brasileiro que menos desvaloriza em um ano dentre todos os modelos comercializados no país, segundo pesquisa da Auto Informe. O modelo, que é o mais vendido da marca sueca em todo o mundo, teve desvalorização de apenas 9,8%.

[canal]REPORTAGEM[/canal]

[linhafina]Abastecido com gasolina e só uma recarga elétrica, rodamos 1.380 km[/linhafina]

[chapeu]AVALIAÇÃO[/chapeu]

[credito]Editor-executivo do Carpress[/credito]

[/tags]

(16)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *