Inicio Matérias Stockcar no Brasil: breve história

Stockcar no Brasil: breve história

Stockcar no Brasil: breve história
7
0

A primeira corrida ocorreu em 22 de abril de 1979 no autódromo de Tarumã, no Rio Grande do Sul. Esta categoria foi a melhor resposta a um antigo desejo de uma comunidade apaixonada por carros de corrida, que unia desempenho e sofisticação. Esta primeira edição contou com 19 carros Chevrolet Opala com motor de seis cilindros de 4.100 cm3.

Em 1982 aconteceram duas provas no Autódromo do Estoril, em Portugal.

Nas décadas de 80 e 90 passaram pela categoria modelos da GM como o Opala e o Omega. Em 1987, com a mudança do apoio da montadora GM, aperfeiçoou-se a carenagem dos carros, criada e produzida pela companhia  fabricante de ônibus Caio, que eram inseridas no chassis do Chevrolet Opala. Os carros foram ganhando em desempenho e aerodinâmica e os equipamentos de segurança ficaram cada vez mais aperfeiçoados.

Em 1990 a GM passou a investir mais na categoria, criando em sua fábrica um protótipo monobloco. Em 1994 adota-se o veículo Omega de rua adaptado para corridas.

Foi a partir do ano de 2000 que a categoria passou a estrear o modelo Chevrolet Vectra, mantendo o motor 4.1l, com carroceria de fibra de vidro reforçado. Em 2001 a General Motors deixa de organizar a competição e esta passa a ser organizada pela empresa Vicar, que também gerencia naquele momento a Fórmula 3. Nesse momento também passa a ser usado o motor V8, utiliza-se um chassi tubular que é projeto do engenheiro argentino Edgardo Fernández, onde ele desenvolve um chassi similar ao da categoria da Argentina chamada Top Race v6, que também é inspirada na categoria americana Nasca e na DTM alemã. Nesse momento o chassi começa a ser fabricado pela empresa JL e permite receber a carenagem de qualquer carro sedan.

Em 2003, deixa de ser usado o motor de 6 cilindros Chevrolet, que vinha sendo utilizado desde seus começos, no ano de 1979. A montadora GM passa a apoiar novamente o evento fornecendo a carenagem do sedan. Importa-se o motor V8 Chevrolet 350 dos Estados Unidos. Este motor era similar ao da segunda categoria usada na Nascar e estava limitado a 450 HP. A carroceria do Astra passa a ser utilizada em 2004.

Na temporada de 2005 a categoria passa a ser multimarca, e entram nela os Mitsubishi Lancer correndo lado a lado com os Chevrolet Astra. Em 2006 a categoria recebeu a terceira marca, nesse momento ingressam nela os Volkswagen Bora, com sua carenagem em dez carros. Já em 2007, a competição passa a contar com a participação da quarta montadora, a Peugeot. Participa nesse momento a carenagem o Peugeot 307 sedan, primeiro em oito carros e depois em dez.

Que montadoras disputam hoje?

Atualmente na categoria Stockcar participam os modelos Chevrolet Cruze e Toyota Corolla. Faça suas apostas nesta disputa Chevrolet x Toyota!

(7)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *