Inicio Carros O que mudou no Novo Ford Fiesta 2018

O que mudou no Novo Ford Fiesta 2018

O que mudou no Novo Ford Fiesta 2018
17
0

Com a concorrência cada vez mais acirrada e lançando novos modelos de carros que já são conhecidos no mercado, a Ford não poderia ficar de fora e lançará uma nova versão para um dos seus modelos mais vendidos. O Novo Ford Fiesta que já é produzido no Brasil a quatro anos chega às lojas com um novo toque no design, mas não seguiu as mudanças da nova versão na lançada na Europa.

Mas isto não deixa o modelo para trás, já que o design e as plataformas que são produzidas o carro seguem os traços modernos, e as pequenas modificações estruturais feitas no modelo brasileiro visam reforçar o teto e as barras de proteção nas portas, para melhorar a eficiência nos testes de segurança.

Foto: Novo Ford Fiesta (Reprodução)

Os destaques para esta nova versão ficaram para o interior do veículo, que contará com uma central multimídia Sync3, com tela de 6,5 polegadas sensível ao toque. Em suas linhas mais luxuosas, a central multimídia passa a trazer GPS e câmera de ré integradas, que permitem que o motorista tenha mais conforto ao acessar opcionais enquanto dirige.

Na estética do Novo Ford Fiesta as atualizações ficaram para a região frontal com uma grade dianteira com novo design. A nova grade traz um formato de silhueta côncava, nos modelos mais caros das versões que estão disponíveis no mercado. Os acabamentos e as luzes mudam de acordo com o modelo escolhido pelo cliente, que tem projetores e fios de LED na versão mais completa, a Titanium.

A busca da montadora é pode deixar os carros cada vez mais bonitos e atraentes para ganhar competitividade no mercado. Reconhecidamente, desde seu lançamento em 1996, o Fiesta apresenta uma excelente qualidade, mas acaba perdendo para seus concorrentes no quesito beleza. O design precisou passar por remodelações para se tornar mais competitivo.

Os pontos positivos do Novo Ford Fiesta

As novas mudanças apresentadas para a versão 2018 não impactaram a categoria. Foram apenas simbólicas e não trouxeram grandes expectativas para os clientes que aguardar por uma nova roupagem que deixe o modelo mais moderno e traga mais competitividade para o modelo até entre os seus companheiros de marca.

Mesmo com o estilo mais antigo do Fiesta usado, o novo modelo ainda conta com pontos positivos contra a concorrência. Na versão Titanium o modelo traz sete airbags, e ainda tem uma boa relação entre custo e benefício acima de seus concorrentes. Uma única novidade de motorização foi apresentada nesta nova versão.

O motor 1.0 turbo chega às lojas no Novo Ford Fiesta com a versão Ecoboost, que promete alcançar de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos. Mas esta nova opção só poderá ser encontrada na SEL, conhecida como Titanium, uma das mais caras do modelo, que está sendo comercializada a partir de R$ 69.790,00.

Os motores das demais versões foram remodelados e a montadora trabalhou para diminuir o atrito e aumentar a durabilidade. A Ford entre os mecânicos por ter um grau a mais de complexidade para o trabalho, o que gera um aumento no preço da manutenção e reposição de peças no mercado.

Mesmo com a Ford trabalhando para um lançamento do novo modelo do Novo Fiesta, as pequenas mudanças no visual, na motorização e no acabamento interno parecem não criar nenhum movimento de aceleração de vendas do modelo no mercado. Portanto, para aqueles clientes que se identificam e são fiéis ao Novo Fiesta, só resta aguardar por novos lançamentos nos próximos anos.

 

Novas versões, novos preços

O Novo Ford Fiesta está disponível no mercado com nove versões diferentes que tem preços que variam entre R$ 52.590,00 e R$ 72.890,00. Para esta nova versão as dimensões e capacidade de cargas não foram alteradas já que a plataforma de produção do carro foi mantida e as mudanças no design ficaram somente para as grades frontais.

Em relação ao consumo, as versões têm médias muito parecidas. Na estrada e na cidade, a versão 1.6 com câmbio manual tem um consumo médio de 8,7 km/l no etanol e 12,7 km/l na gasolina. Na mesma motorização, mas com o câmbio automático, as médias passaram a 8,6 km/l no etanol e 12,3 km/l na gasolina.

Confira os preços de cada versão do Novo Ford Fiesta disponível no mercado (os preços podem variar de acordo com as promoções vigentes e pacotes de opcionais instalados na concessionária):

  • SE 1.6 16V, a partir de R$ 52.590
  • SE 1.6 16V Style, a partir de R$ 55.320
  • SEL 1.6 16V, a partir de R$ 59.490
  • SEL 1.6 16V Style, a partir de R$ 60.020
  • Titanium 1.6 16V, a partir de R$ 64.090
  • SEL 1.6 16V PowerShift, a partir de R$ 65.790
  • Titanium 1.6 16V PowerShift, a partir de R$ 68.690
  • Titanium Plus 1.6 16V PowerShift, a partir de R$ 71.590
  • Titanium 1.0 EcoBoostPowerShift, a partir de R$ 72.890

 

No geral, qual a impressão do Novo Ford Fiesta

Mesmo com toda a promoção de marketing que gira em torno do lançamento da nova versão, as impressões iniciais não foram boas. É inevitável a comparação entre o modelo comercializado no Brasil e a novidade que circula pelas cidades da Europa. As mudanças visuais fora do país trouxeram mais impacto, já que o Novo Ford Fiesta sofreu apenas pequenas alterações visuais, mas nada arrojado e inovador.

Para manter a clara diferenciação entre os modelos de entrada da montadora, como o Ford Ka, a opção é de não criar modelos mais básicos para o Novo Fiesta. Por isso, o modelo conta com motores mais fortes e acabamento interno estilizado. A busca da montadora foi melhorar o conforto interno para o motorista e os ocupantes do veículo.

Para a Ford, os consumidores do Novo Fiesta buscam essa qualidade e conforto e não apontam para uma popularização do modelo como saída para uma unificação de modelos como as concorrentes acabaram fazendo em seus últimos lançamentos. A Ford não aponta sucessores para o Novo Fiesta no Brasil e ainda não trabalha mudanças significativas para o modelo, já que os clientes fiéis a marca se adaptaram ao que está sendo produzido.

(17)

tags:

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *