1. Inicio
  2. Cuidados
  3. COMO MONTAR UM FUNIL DE VENDAS PARA O SETOR AUTOMOBILÍSTICO

COMO MONTAR UM FUNIL DE VENDAS PARA O SETOR AUTOMOBILÍSTICO

COMO MONTAR UM FUNIL DE VENDAS PARA O SETOR AUTOMOBILÍSTICO
44
0

O setor automobilístico foi um dos mais afetados pela pandemia de coronavírus que assola o mundo desde o ano de 2020. As vendas, entretanto, já estavam em queda antes mesmo desse evento inesperado para a humanidade. Uma das principais razões é a mudança no comportamento do consumidor.

A partir da década de 50 do século passado, o carro se tornou um item cobiçado. O automóvel, muito além de um meio de transporte, representava status. Quanto mais caro era o modelo, maior era o renome do motorista. Hoje, o cenário é completamente diferente. Com as ruas das grandes cidades lotadas de carros, as consequências são visíveis.

Engarrafamentos cada vez maiores, poluição e desperdício de recursos naturais são apenas alguns dos impactos do automóvel na sociedade. Com isso, muitas pessoas já percebem o carro de outra forma. A popularização dos aplicativos de transporte permitiu também que diversas pessoas pudessem usar um carro, mas sem a necessidade de manter um deles na garagem. Nesse cenário, apenas um veículo pode atender dezenas de pessoas em um único dia.

Com tantas objeções para uma compra de alto valor, quem atua no mercado automobilístico não pode desperdiçar nenhuma oportunidade de venda. Afinal, como destacou a Ford após o fechamento das suas fábricas no país, o número de compradores de carros caiu no Brasil e em todo mundo. Ao que tudo indica, essa tendência vai continuar pelos próximos anos.

Para tentar reverter essa situação, é necessário ter diferentes estratégias. Uma delas é criar um funil de vendas que possa atrair cada vez mais clientes. Abaixo, em destaque, estão alguns tópicos que não podem faltar em nenhum deles.

1 – CRM.

O CRM é um software voltado para promover o melhor relacionamento com o cliente. As versões mais modernas do mercado oferecem diversos benefícios para quem atua no mercado automobilístico, sobretudo as concessionárias. Uma delas é o funil de vendas digital. Por meio dele, os empreendedores podem visualizar todas as transações realizadas pela empresa, de acordo com a jornada de compra do cliente.

A vantagem do CRM, nesse caso, é a criação das etapas básicas de um funil de vendas. Por outro lado, ele também pode ser otimizado de acordo com a necessidade da concessionária.

Assim, se a parte mais importante do topo do funil de vendas, por exemplo, é o contato realizado com os clientes na concessionária, a empresa pode criar uma etapa chamada “Primeiro Contato Concessionárias”.

Dessa forma, é possível trabalhar com esses clientes, e colocá-los em outro estágio do funil de vendas, como “Oferta Realizada” ou “Negociação”.

2 – CAPTAÇÃO DE LEADS.

O principal objetivo de um funil de vendas é a captação de leads. É por meio desses clientes em potencial que uma concessionária pode expandir os negócios dela. Com um CRM essa missão é muito mais fácil.

O software consegue cadastrar leads automaticamente, sobretudo usando as redes sociais e aplicativos de mensagens. Basta que o empreendimento realize a integração de seus perfis no Facebook e WhatsApp, por exemplo, com o CRM. Dessa forma, sempre que um cliente em potencial enviar uma mensagem, o sistema o cadastra como novo lead no banco de dados. Além disso, ele também é encaminhado automaticamente para o estágio inicial do funil de vendas.

O ideal é que empresa já nesse primeiro contato preencha os principais dados sobre o cliente, como nome, e-mail, telefone e até mesmo o tipo de veículo que ele procura. Assim, ao acessar as informações sobre esse lead no CRM, a equipe já tem os atributos necessários para realizar a prospecção de vendas.

3 – MARKETING.

É muito importante usar um CRM para organizar e atrair novos leads para o funil de vendas. Por outro lado, sem a divulgação de seus produtos e serviços, será muito difícil atrair novos compradores.

Tempos atrás, muitas concessionárias anunciavam suas ofertas no rádio e no jornal impresso. Essa estratégia atingia muitas pessoas, mas nem sempre impactava os clientes certos. Como o mercado encolheu, é necessário investir em comunicação com muito mais inteligência.

O ideal é que a concessionária ou qualquer outro empreendimento que venda carros, como locadoras e até montadoras, crie conteúdo sob medida para cada grupo de clientes no funil de vendas.

Para aqueles que ainda estão no topo do funil, e ainda procuram informações sobre algum veículo, a empresa tem a oportunidade de mandar um e-mail sobre os novos lançamentos. Os clientes que estão na base do funil, e que já escolheram algum modelo, podem receber um e-mail sobre os métodos de financiamento.

Em ambos os casos, o empreendimento pode integrar uma ferramenta de automação de marketing com o CRM. E, assim, mandar um e-mail automaticamente para os clientes que passaram para novos estágios do funil de vendas.

CONCLUSÃO.

Criar um funil de vendas é menos complexo com o apoio de um CRM. Por meio dessa tecnologia, qualquer empreendimento do setor automobilístico tem a chance de observar cada estágio do cliente durante a jornada de compra dele.

Somente ao acompanhá-los em todos os momentos é que será possível identificar as necessidades deles e, assim, realizar uma oferta que resulte em venda.

(44)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *